sábado, 25 de fevereiro de 2017

Jasei no In: The Serpent's Lust

"Manago olhou para a chama à espera que tudo aquilo seja apenas um sonho ruim"


Olá aqui é a Beuregard! No post de hoje vou falar sobre um jogo feito em RPG Maker 2003 chamado Jasei no In: The Serpent's Lust que traduzindo seria Jasei no In: A Luxúria da Serpente. O jogo foi feito pela desenvolvedora bleet. Ele foi publicado no dia 19 de Fevereiro de 2016 e atualizado recentemente no dia 02 de Fevereiro de 2017. O jogo só está disponível em Inglês. 
Este jogo foi inspirado em um conjunto de histórias clássicas japonesas que envolviam o sobrenatural e a paranormalidade que são chamadas de Ugetsu Monogatari. Essa história em particular (Jasei no In) é bem popular no Japão e sofreu diversas adaptações ao longo do tempo sendo sua criação em 1776.

『 SINOPSE 』

A protagonista, Manago, é uma simples tecelã que foi pega por uma tempestade. Um homem misterioso vestido de branco aparece do nada e lhe protege da chuva, emprestando o seu guarda-chuva. Sentindo-se endividada e talvez um pouco atraída por ele, ela decide tentar devolver o seu guarda-chuva na mansão dele que se encontra escondida em uma floresta. Rapidamente Manago se encontra em um romance que não é bem o que parece e precisa descobrir quem realmente é o misterioso homem de branco ou encarar consequências severas.

『 PERSONAGENS 』


 Manago 


Nome Completo: Agata no Manago / Manago Agata

Ela é uma garota normal e é uma tecelã. Manago vivia em uma pequena vila, que era bem longe da capital, com a sua família. É dito que a família Agata eram tecelões humildes mas que ainda sim gostavam muito de seu comércio. Manago, a única filha, é extremamente habilidosa com as vendas. O jogo diz que por ela ter se focado tanto em seu trabalho, ela não se socializava muito como as mulheres de sua idade, portanto, sendo ignorante em relação ao mundo afora. 



『 ANÁLISE 』


『 Personagens e Desenvolvimento 


Os personagens não são muito desenvolvidos, o jogo foca mais na história e exploração. O que sabemos da personagem principal é que ela é ingênua e ignorante em relação ao mundo, é da classe média e apesar do trabalho de sua família como tecelões ser muito renomado, eles estão passando por dificuldades e é por isso que Manago trabalha arduamente todos os dias, ignorando até as outras pessoas, para que ela consiga tirar a sua família do sufoco. 

『 Música e Ambientação 


Um pouco da ambientação 

O cenário é bem construído e lembra o Período Edo/Tokugawa do Japão. Eu achei que o cenário combinou com a trilha sonora. 
No jogo, para ser sincera, não há quase a utilização de música, apenas de sons ambiente, mas, só pelo fato da música ser usada em raros momentos elas trazem consigo um ar de suspense e mistério. E a desenvolvedora pegou uma trilha sonora que de fato lembra muito canções japonesas, como esta daqui, por exemplo. 
Tudo foi pensando com extremo cuidado em relação ao cenário/ambiente, até mesmo os tatames utilizados na Mansão do Homem de Branco. Eu achei a ambientação, charmosa, convidativa e misteriosa. 


『 Enredo (Spoilers) 

"Com licença, mas você sabe onde fica a casa do Senhor Hebigawa?"

Como disse na seção "Personagens e Desenvolvimento" a história foca-se mais no enredo e na cultura japonesa. O enredo proporciona uma grande imersão nas lendas japonesas e a história é muito boa e fantástica. Você, jogador, percebe que há algo de errado em relação ao homem de branco que se chama Mestre Hakuja Hebigawa mas Manago por causa de sua falta noção do mundo e de pessoas se deixa levar por ele até que ela descobre que se envolveu em uma enrascada, pois Hakuja Hebigawa era nada mais nada menos que um espírito maligno que tinha a aparência de uma cobra e de que devorava suas pretendentes. 
A todo o instante no jogo lhe é apresentado artefatos que são ligados com cobras por exemplo, 

O guarda chuva do homem de branco
"O Guarda-Chuva olho de cobra"

Ocorre uma tensão no final do jogo quando você tem que devolver certos objetos à determinados espíritos para conseguir escapar, tudo isso em menos de 4 minutos. Antes de escapar completamente, Manago deve fugir da enorme serpente que é muito rápida por sinal para alguém com duas pernas e cabeça de cobra, mas tudo bem. 
A história foi bem construída e ela lhe dá todas as dicas possíveis sobre quem ele é ou o que está acontecendo e isso acontece de maneira natural e fluída. O jogo também nos conta muito sobre a cultura japonesa e recomenda-se explorar tudo.


『 Mecânica e Gráficos 



Um pouco dos gráficos 

Primeiramente, os comandos básicos:

Movimento = ↑ ↓ → ← 
X / ESC = Menu, cancelar, sair
Z / ENTER = examinar, confirmar, selecionar escolha.

A mecânica do jogo é bem simples e só há algo que me interessou muito, Manago não corre, ela só anda, mesmo quando está sendo perseguida na fase final do jogo. Fora isso não há muita reclamação, creio que foi feito para aumentar a tensão do momento ao mesmo tempo que é sugerido um ambiente calmo e por isso ela não deve correr. Há apenas uma perseguição em todo o jogo e ela só ocorre no final, sendo bem fácil de passar.
Os gráficos são 100% originais, ou seja, foram feitos pela própria desenvolvedora bleet. Eu os achei bonitos, charmosos e bem semelhantes com o Período Edo/Tokugawa do Japão. Ela realmente pensou em tudo e não há falha nos gráficos. Creio que seja a parte de desenvolvimento em que houve muito cuidado.

『 Conclusão 

O jogo é muito bem feito mas com uma história tão bem feita queria que ele tivesse durado mais. O jogo começa a ficar bom e intrigante apenas no final e isso instiga ainda mais o jogador. De acordo com palavras da desenvolvedora no BONUS ROOM, as outras servas, que você pode ver na seção Mecânica e Gráficos, tinham um propósito muito maior do que serem simples empregadas na mansão do Senhor Hakuja Hebigawa porém esse propósito muito maior foi cortado pois seria gasto um enorme trabalho e tempo para fazê-lo. Na minha opinião ela deveria ter arranjado uma outra forma que possibilitasse um incremento em outras áreas do enredo, eu fiquei horas navegando no jogo só para aprender mais sobre a Cultura Japonesa e aí o jogo acaba. Isso foi frustrante.
Entretanto apesar dele ser curto (pessoas terminaram em 36 minutos, eu terminei em 50 minutos) é uma história com começo, meio e fim, ainda sabemos o que aconteceu com Manago depois de todo o ocorrido. E isso fez com que eu quisesse mais histórias baseadas em Ugetsu Monogatari e que aprofundassem a Cultura Japonesa como ela aprofundou.

 CURIOSIDADES 


  • O Festival Tabanata é semelhante ao Dia dos Namorados no Japão. Um resumo da história: é sobre uma moça tecelã chamada Orihime e um fazendeiro chamado Hikoboshi. Quando Orihime casa, ela para de fazer tecelagem o que enfurece seu pai e diz que para ela ver seu amado novamente precisa terminar de tecer até o dia 7 do sétimo mês e, se não estiver chovendo, eles podem atravessar o rio que os separam;
  • Obon é semelhante ao Dia dos Mortos no Japão. É o dia em que os japoneses honram seus mortos, acreditando que eles voltaram do pós-vida para passar o tempo com suas famílias, muitas histórias de fantasmas e sobrenaturais são relacionadas com o Obon.
  • Hakuja Hebigawa significa "Cobra Branca Pele de Cobra", ele na verdade era para se tornar uma verdadeira cobra gigante mas bleet disse no BONUS ROOM que isso levaria muito tempo e um enorme trabalho para um jogo tão pequeno;
  • Shimahebi significa "Cobra Amarelada".
  • As Esferas Azuis: Vimos isso em vários jogos de terror, creio que o mais famoso seja Corpse Party, de acordo com a desenvolvedora elas são bem famosas na Cultura Japonesa, quando as pessoas querem dar a impressão de que algo paranormal/sobrenatural está acontecendo;
  • Na história original de Jasei no In, ou seja o conto original por Ueda Akinari, Manago era o demônio serpente branco em corpo de mulher, ela seduz um homem na história fingindo ser uma donzela em perigo. De acordo com a desenvolvedora ela trocou os gêneros dos personagens pois a literatura no Período Edo/Tokugawa não publicou muito autoras e personagens femininas. O Período é conhecido pela literatura feminina ter decaído drasticamente, uma mudança significativa já que no Período Heian elas eram bem populares;
  • Na história de Ueda Akinari, o protagonista recebe uma espada como presente de afeto da cobra demônio;
  • Todos os presentes que Hebigawa oferece à Manago são roubados dos funerais de várias pessoas
  • O design do Guarda-Chuva é chamado Ja no Megasa, conhecido também como o design olho de cobra (Branco e vermelho, cores albinas), se repararmos bem é a mesma cor atribuída aos personagens cobras da história;
  • Branco é uma representação comum de morte na Cultura Japonesa. Guarda-chuvas brancos são usados por pessoas que estão de luto e pessoas falecidas são vestidas de branco;
  • Manago na história original é também conhecida como "A Dama de Branco", o curioso é ela usar um kimono branco na história do jogo, hehehehe.
  • A combinação de tatames verdes utilizadas no jogo é comum, no Japão, ser usada para funerais.


【 DOWNLOAD 】

O download do jogo pode ser feito aqui

--------------------------

AS IMAGENS FORAM DISTRIBUÍDAS PELA DESENVOLVEDORA BLEET


28 comentários:

  1. O jogo parece realmente bom
    Esta em inglês?
    Vou tentar jogar mesmo assim


    Mas espero uma tradução<3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, infelizmente o jogo só está disponível em inglês, mandarei a sugestão para a equipe!
      Espero que goste!

      Excluir
    2. Terminei o jogo<3
      É realmente bem curtinho
      Mas foi bom
      Amei os gráficos
      Infelizmente meus fones não esta funcionando direito então não consegui ouvir muito bem a trilha sonora mas parece bem trabalhada (onde temos que passar por aquelas pessoas são sussurros?)
      Mesmo não sabendo inglês consegui jogar ate bem então achei realmente bom o jogo
      De qualquer forma fico feliz de graças ao Zero Corpse eu possa ter a oportunidade de conhecer mais jogos
      Antigamente via apenas as traduções mas hoje realmente amo cada post<3

      Excluir
    3. Onwww, esse comentário realmente foi fofo! A trilha sonora ela vem em apenas momentos certos, creio que foi por causa disso que ela não afetou diretamente.
      Fico muito feliz de saber que você ama cada post agora, todos nós da Equipe fazemos de coração todos os posts para vocês corpses! <3

      Excluir
  2. Beuregard, sua linda! Te love, adorei o post, n tenho certeza se eu vou jogar, pois fiquei decepcionada que não consigo passar do boss final de painted heart...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie minha leitora linda! Amo vc tb! <3
      Bosses sempre são um saco, mas vem aquela frase: Try again. Quando estiver com uma cabeça fria e bem relaxada, tente de novo e mentalize que vai conseguir, PQ VC REALMENTE CONSEGUE PASSAR DO BOSS FINAL! CONFIO EM VOCÊ!
      <3

      Excluir
    2. Onnnwwwttt!! Obrigada pela confiança!!! Vou tentar e como não vou fazer nada no feriado vou tentar jogar jasei no in serpents e eu queria muito saber pq que os jogos não podem ser mais simples na questão de batalha, tipo the gray garden!

      Excluir
    3. De nada linda <3
      Espero mesmo que você consiga jogar! Sim, um dos pontos pelo qual eu gosto de The Gray Garden!
      <3

      Excluir
  3. Este jogo é muito... assustador?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Depende do que você considera assustador, na minha opinião, não.

      Excluir
  4. parece ser o melhor jogo do oeste ou sla
    (vou baixar ele pq parece ser legal)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. KKKKKKKKK Só vc msm, se fosse leste seria bem melhor né kkkkkkkkkkkkkkk
      Espero que goste! <3

      Excluir
  5. e bem fofo acho que vou baixar quando sair tradução

    ResponderExcluir
  6. Joguei este jogo ontem, Não é muito assustador, na verdade é bem simples mesmo se você não entender inglês é muito fácil de zerar, acho que tem 13 minutos de duração, Afinal não é um jogo muito longo porém bem trabalhado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim sim! Essa é a especialidade da desenvolvedora bleet!
      <3

      Excluir
  7. Bleet é a melhor desenvolvedora! Eu estaria com dois jogos dela com tradução em andamento: Fleschild e The Huntress of The Hollow. São dois jogos extremamente interessantes, mas... Ainda não havia tido o prazer de conhecer Jasei no In. Eu já o havia visto, certamente, mas só agora, depois desse post maravilhoso é que tomei ainda mais gosto para jogar, obrigada Beauregard-sama!
    Observação: Os gráficos são realmente muito simples não é? Porém a história certamente parece interessante, apesar de tratar de romance, o gênero que mais odeio em jogos rpg maker (bléh) mas mesmo assim, darei uma chance, já que adoro lendas japonesas e confio totalmente na capacidade da bleet-senpai <3
    ~~Jyaa nee <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, eu adoro a bleet por causa disso! E fico muito feliz de saber que você gostou e de que vai jogar!
      Sobre a observação: Sim, mas lembrando que eles são 100% originais e feitos pela própria bleet. Dê uma chance Coreen! Confio em você!
      <3 <3 <3

      Excluir
    2. Sim, eu darei! Obrigada por confiar em mim assim, me sinto honrada Bearegard-sama! <3

      Excluir
    3. Onwwww! <3 De nada linda <3 Eu sei que vc consegue <3

      Excluir
  8. Ahw adorei esses gifs do jogo, que amor da autora de disponibilizar >.<
    Me lembrou um tanto A História Estranha de uma Garota por se passar em uma casa tradicional japonesa etc
    Otimo post ^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. WOW, fico feliz que tenha gostado! <3
      Espero que você se divirta e obrigada pelos elogios!
      <3 <3 <3

      Excluir
  9. Mais um ótimo jogo ! E novamente um ótimo post feito por você Beuregard ! Vou correr lá baixar o jogo !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ~ correndo junto com GamerZinha1234 ~ Espero que goste <3 E obrigada pelo elogio <3 <3

      Excluir
  10. Não me chamou muita atenção até eu ler a parte das sérias consequências! Vamos nessa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hehehehe, quais serão essas consequências? Jogue para saber!!
      <3 Espero que goste <3

      Excluir
  11. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  12. Para mim foi um do jogos que saiu das temáticas padrões e isso por si só já é ótimo. Enfim MUITO BOM!

    ResponderExcluir