terça-feira, 17 de setembro de 2019

【Tradução】A caçadora da fenda
(The Huntress of the Hollow)

Confie no seu machado, mas acima de tudo, em seu instinto de caçador.


Hallo.

       Depois de Midnight Puppeteer e Hansel, a última tradução escolhida de nossa enquete lançada na Páscoa continha The huntress of the hollow. Pois bem, eis que chegou a hora de termos a famosa história de Chapeuzinho vermelho recontada na forma de uma aventura curta, mas interessante. 

       Para os que estão conhecendo a obra pela primeira vez, A caçadora da fenda (The Huntress of the Hollow, em inglês) é um RPG com batalhas e com menos de 1 hora de duração, porém com múltiplos finais dependendo de suas escolhas. Ele foi lançado em 23 de Fevereiro de 2016, por bleet, a mesma autora de Jasei no In, também utilizando o o RPG Maker 2003. Até o presente momento, o jogo tinha apenas a versão inglês e espanhol, mas agora ganha uma versão em português brasileiro por Charlotte (Zero Corpse).





       “Lenora Calamint vive com sua mãe em uma pequena vila chamada Fenda de Pokeweed que fica nos arredores de uma floresta. Ela frequentemente faz entregas à sua avó teimosa que prefere viver sozinha na floresta. Enquanto a floresta é um lugar perigoso cheio de lobos, a vila e a casa de sua avó são pacíficas.

       No entanto, uma vez viajando, um carismático caçador decide se mudar para perto da vila e se ofereceu para protegê-la quando os lobos locais, misteriosamente, ficaram agressivos e começaram a atacar os moradores em ataques erráticos. Devido a estes eventos, os moradores foram implorar ajuda ao caçador para que ele possa manter os lobos longe de suas casas. Outros pensam que há algo suspeito sobre o assunto. Apesar de tudo, Lenora ainda tem uma avó para cuidar, então ela acorda e começa a sua rotina de visitar sua avó de novo.”
 bleet, na página do RPG Maker.net





       A caçadora da Fenda conta com diversos personagens menores, então aqui constam apenas os que possuem relevância no enredo, sem spoiler.

❃ Lenora Calamint ❃

Nossa protagonista. Subitamente precisa aprender sobre como caçar lobos, para proteger sua vila.
❃ O Caçador ❃

Um homem que surgiu assim que lobos agressivos passaram a atacar a Fenda de Pokeweed, ajudando os moradores.
❃ Eleanor (Vovó) Calamint ❃

Uma senhora que não tem medo de viver no meio da floresta. Confia no potencial da neta.
❃ Senhora Stonechop (consertar) ❃

É a ferreira da vila. Confiou a Lenora um machado, acreditando que ela seria a única capaz de lidar com os lobos.


   


       Preciso ser sincero e dizer que, em termos de enredo, não temos nada de novo neste jogo que não fosse já visto em alguma outra história que se baseie em Chapeuzinho Vermelho. Por conta disso, é possível adivinhar o final dele a partir da metade do jogo. Neste quesito, o único diferencial digno de nota é a variedade de finais que você pode receber, praticamente um para cada tipo de etapa e escolha do jogo, que aliado com o fato dele ser de curta duração, motiva a fazer cada um destes finais (a propósito, meu favorito é o final S).

       Tal detalhe se dá porque o enfoque do jogo não é o roteiro e sim a jogabilidade/aspectos estéticos. Quem conhece bleet sabe que esta é uma das preocupações em suas obras, sendo o ponto forte do jogo e talvez a principal razão pela qual você queira conferir. Totalmente feito a mão por ela, ainda possui momentos que mudan a coloração conforme se avança no jogo, inspirando-se em jogos como Pokémon Red. É um efeito simples, mas bem divertido de se ver.



       Outro destaque que dou para o jogo é a batalha, que propositalmente lembram as de OFF, com a pequena diferença que conforme o jogo avança Lenora tem uma mudança de sprite, indicando sua confiança em lutar contra os lobos. Entretanto, para aqueles que nunca jogaram OFF, fiquem tranquilos pois ele não foge muito da batalha comum que achamos em jogos de RPG. Novamente, a diferença é mais visual que utilitária.

        Todavia, mesmo com todos estes pontos em mente, eu ainda acho que os NPCs poderiam ser mais explorados. A autora se deu o trabalho de desenhar uma quantidade o suficiente de personagens para povoar a vila, mas apenas a Senhora Stonechop tem alguma relevância de enredo, sendo praticamente descartados do momento que Lenora sai da vila. Chega a ser estranho porque inclusive um dos NPCs só aparece com o avatar em um momento secundário, sem realmente explicação para tal. A impressão que passa é que há um resquício de um enredo ainda maior, mais dado o nível do projeto, bleet preferiu cortar algumas partes. O que é uma pena, pois levando em conta que bleet é a autora de Fleshchild, The Huntress poderia ter muito mais potencial do que foi apresentado e tornar a experiência ainda mais memorável do que o jogo mostrou.



       Resumindo, A caçadora da fenda é um jogo em que o jogador muito mais aprecia o cuidado da autora em criar esta obra, do que se entretém. Se você for do tipo que não se incomoda de perder alguns minutos admirando, tudo bem, caso contrário eu não recomendaria caso você estivesse a fim de uma experiência mais extensa. Isso não torna o jogo ruim - pelo contrário - porém com propostas diferentes, e é extremamente normal que autores lancem obras assim, com o intuito de explorar conceitos ou aprender coisas. Mesmo para nós, jogadores, talvez possamos tirar uma lição ou duas sobre jogos com este título.

Português (Link Alternativo)
por Charlotte (Zero Corpse)


Outros idiomas
contém a versão em inglês e espanhol.


 Postagem da Beuregard

MAIS JOGOS POR BLEET


- Neil

20 comentários:

  1. Feliz que a tradução foi publicada. O jogo parece ser esteticamente muito atrativo para mim owo
    Sinto que a Lottie se divertiu traduzindo lol

    ResponderExcluir
  2. Olá pessoal da Zero! tudo bem com vocês? Primeiramente, quero agradecer por mais uma maravilhosa tradução que vocês disponibilizam para nós!
    Mas eu queria receber uma recomendação de vocês, eu queria que um de vocês (ou qualquer um que se disponha para tal) me recomendasse um RPG ou uma VN com um terror psicológico "cataclísmico", algo semelhante a Saya No Uta. Algo inovador, algo único. Entende? Estarei aguardando alguma resposta!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!

      Hum. Se você procura algo que conversa com temas únicos, eu tenho duas sugestões, embora a presença (ou não) de terror fica a seu critério.

      A primeira é a série Hello Charlotte, que embora tenha os volumes 2 e 3 pagos, foram traduzidos por nós e são bem em conta considerando o enredo que apresentam. Um dos melhores RPGs ocidentais.

      Outra opção em inglês, mas free, é End Roll. Possui uma narrativa intrigante. Sem mais.

      Espero que ao menos um desses seja do seu agrado.

      Excluir
    2. Muito obrigado! Irei conferir esses dois jogos. Tenha um bom dia!

      Excluir
  3. Obrigadu pela tradução!
    Creio que eu já tenha jogado, mas fico feliz por ter em português Sz

    ResponderExcluir
  4. Vou fazer a gameplay desse jogos amanha no meu canal

    link:https://www.youtube.com/channel/UC9U--lf0fcaI50f62WXYedg/videos?view_as=subscriber

    ResponderExcluir
  5. Está falando que o arquivo tá danificado, ai da erro na hora de abrir...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode dizer como é o erro exatamente ou mandar uma imagem pro email [email protected]?

      Excluir
  6. Ahhhh obrigada <3 vou baixar, parece interessante apesar da premissa.
    Obrigada pela traducão, vocês sempre arrasam ❤

    ResponderExcluir
    Respostas

    1. Acabei de zerar, meu deus! que tradução perfeita, adorei <3
      Apesar de curtinho, tem um ótimo enredo. Parabéns a toda equipe, principalmente a linda da Charlotte <3 Arrasou

      Excluir
  7. LINDOS ♡♡♡♡♡♡

    ResponderExcluir
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  9. Achei muito lindo de primeira vista, a historia realmente ja é bem usada, mas oque custa dar uma olhadinha, obg pela traduçao!!! Fiquei sem jogar rpg depois de muitos anos, por causa da escola integral, finalmente!!! Tenho tempo agora

    ResponderExcluir
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  11. Olá eu queri saber como traduz jogos de rpg maker...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Primeiro baixa o maker do jogo q vc quer traduzir, seja VX, VX ACE, ACE, dai descriptografa as configurações do jogo e abre a configuração do jogo no maker do jogo

      Excluir
  12. Excelente trabalho, teria como voces traduzirem o jogo when the seagulls cry?

    ResponderExcluir
  13. muito obrigada mesmo, estive tendo problemas com o arquivo no dia da publicação mas agora o arquivo tá rodando normal. Agradeço a vocês pelo blog, sinceramente, as postagens são muito legais e essa tradução tá perfeita.
    ps.:tambem amei o final S

    ResponderExcluir
  14. Estou comentando pela primeira vez aqui só para agradecer a todos os editores que tiram um precioso tempo de suas vidas para estarem trazendo esses jogos maravilhosos! Queria que tanto alguns jogos desse tipo e também esse site que tivessem um reconhecimento maior! Costumo sempre ser a famosa "jogador fantasma" mas estou aqui comentando porque reconheço o carinho e cuidado que vocês tem ao traduzir tanto jogos ou mangás! Obrigada por fazerem minhas horas vagas mais divertidas e me fazer experimentar mais desse mundo de jogos de RPG Maker!

    ( Me desculpe pelo texto enorme, sou assim mesmo kkk )

    ResponderExcluir