domingo, 17 de junho de 2018

Imaginary Friends

"Era uma vez, havia uma pequena garota solitária..."


Olá corpses.

Imaginary Friends é um RPG que promete tanto raiva como também um pouco de lágrimas, ainda que as emoções não serão tão exageradas como descrevo. Não deixe os gráficos dele te distraírem, apesar de ter traços de aventura e caráter agradável, ele não deixa de ser um jogo de horror e nem mesmo a personagem principal sempre será uma das mais belas flores do jardim, mostrando um lado bastante realista. Ou seja, uma pitada de sentimentalismo misturada com alguns elementos aterrorizantes. Por fim, quem nunca teve um amigo imaginário durante a infância? Afinal, quem nunca se sentiu solitário e começou a falar sozinho imaginando alguém ao seu lado? Imaginary Friends nos trará essa atmosfera um tanto inusual.

                                                                                                                                           
Imaginary Friends é um jogo de drama, puzzle e horror feito no RPG Maker VX Ace por Mannytsu no dia 01 de Maio de 2016 com uma jogatina de mais de 2 horas. Conta com aproximadamente 4 finais diferentes.
                                                                                                                                           





∎Gráficos e Personagens∎

Uma das características que mais chamam a atenção do espectador, porém não a única, primeiramente é o estilo atraente dos gráficos. Não apenas na aparência dos personagens como também com o ambiente em si. Com cores claras e chamativas, o aspecto visual consegue rapidamente prender os olhares de quem vê apenas as imagens e este também foi um dos grandes motivos que me motivaram a jogar Imaginary Friends, além claro do conceito central da narrativa. Ou seja, a arte do jogo é simplesmente fantástica, incluindo uma cena animada em um dos mapas. E normalmente, em outros RPGs, quando ocorre a representação dos personagens nas fala temos apenas uma imagem constante. Aqui com a mudança de humor, a expressão da personagem também muda.

Outro fator importante foi na caracterização de todos os objetos espalhados pelas cenas, inclusive jornais: são extremamente detalhados e bem feitos. Raramente os autores tem uma preocupação para com estes detalhes muito estéticos, ficam mais centrados no enredo. E aqui parece que qualquer coisa foi feita para o lugar onde está posicionada. Já a ambientação é um pouco confusa, já que muitos cenários apresentados aparentam não possuírem muita coesão para com a história. No entanto, cada um dos mapas representam algo figurativamente no subconsciente da Hailey, basicamente tendo um significado quando observamos de um ângulo diferente e também são bem interessantes para o jogador criar um certo vínculo com nossa protagonista.

Sobre os personagens, uma ocorrência interessante é que ambos os personagens principais possuem, aparentemente, uma grande diferença de idade e ainda tem-se a criação de uma amizade entre ambos, o que não vemos com frequência em outras histórias, normalmente temos figuras na mesma faixa etária relacionando-se entre si. Não temos a típica narrativa onde o menino e a menina possuem uma relação amorosa, temos uma amizade entre dois gêneros diferentes. Oliver é um personagem que não posso falar muito sobre porque ele é a peça chave de toda a história, então lhes pouparei os detalhes.

A personalidade de nossa garota é algo que realmente espanta, já que ela é uma das poucas personagens que aparecem nos jogos atuais que não aparece estereotipada. Hailey é uma adolescente com uma presença parecida com os dos jovens de sua idade e apresenta aspectos bem realísticos, tendo um grande efeito de verossimilhança para com a audiência, podendo ser uma pessoa entediada até alguém de caráter nobre. A situação que ela está passando também muda bastante a imagem de seu mundo, outra característica que comentarei em breve.


∎Sonoridade e História∎

A sonoridade foi incrivelmente trabalhada, com todas as canções de autoria apenas de Mannytsu. Temos muitos momentos em completo silêncio, que auxiliam muito quando se trata de cenários onde a autora quer demonstrar um sentimento mais apreensivo. Grande parte das músicas de fundo se mostram harmonicamente construídas se mesclando com o ambiente completamente, e também possuem uma sensação de infantilidade incrustada em sua harmonia permitindo ainda mais um envolvimento emocional do jogador.  E os efeitos sonoros são bem efetuados com uma característica extremamente realista como o barulho das portas ou quando a Hailey aparece digitando em seu computador. 


A história é um agente que eu poderia passar mais de quatro parágrafos elogiando, mas é missão aqui é apresentar elementos que os deixem interessados para jogarem posteriormente. Com um desenvolvimento gradual, a todo o momento o jogo tem a intenção de atrair ainda mais a curiosidade do jogador, atraindo-o como um buraco negro no bom sentido. Fundamentalmente, Imaginary Friends é uma excelente representação da jornada de autoconhecimento que é necessária principalmente durante a adolescência. A caminhada para o crescimento intelectual é um caminho onde passamos por diversas nuances, por isso mesmo também temos pequenos conceitos macabros espalhados pela jogatina que influenciam justamente em como será esse desenvolvimento da personagem, que não necessariamente representam algo ruim dependendo da visão do espectador. Exatamente como é a vida humana, sendo reproduzida em um mundo imaginário.



Foi um dos poucos jogos que eu realmente acompanhei o seu desenvolvimento de maneira firme depois do lançamento da demo dele e sinceramente é um dos meus RPG Makers favoritos, por causa do carisma que eu adquiri para com este e para com a autora. Ainda que demorei um tempo considerável para começar a escrever sobre, sempre tive uma grande vontade de produzir algo com muito carinho e detalhismo mais do que o costumo, já que Imaginary Friends tem um lugar especial em meu coração, mesmo que eu conheça jogos com melhores qualidades em outros sentidos. E também tem a parte em que eu realmente me coloquei no lugar da protagonista me deixando ainda mais tocada, além do fato que é quase como uma representação da minha situação de vida, então seria impossível não ter empatia.

Um dos pequenos erros que me incomodou muito, contudo, foi que embora o amigo imaginário seja apenas uma imagem ficcional da cabeça de Hailey, eu realmente senti um pouco de ausência de desenvolvimento para com este, apenas construído para ser centrado na protagonista, um pouco mais de presença talvez. Porém, a personalidade não pode ser desmerecida, ele foi desenvolvido corretamente, com um aspecto bem dócil e carismático.

Apesar da minha visão pretensiosa da obra, onde estou afirmando constantemente da sua qualidade, eu recomendo ao leitor desta postagem decidir se Imaginary Friends é um bom jogo ou não. Cabe a decisão a apenas você.




Requer o RTP VX Ace ( Faça o download aqui )




~Rina

30 comentários:

  1. Vocês pretendem traduzir o titulo do Charon "Full Bokko Youchien"? Já fizeram uma versão em inglês, oq facilitaria a tradução..

    E ótima recomendação! vou conferir já.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que goste do jogo. E nada confirmado para uma tradução.

      ~Rina

      Excluir
  2. Vocês vão traduzir este jogo? Parece muito bom mas eu não sou boa em ingles

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Apenas se um dos tradutores se interessar em traduzi-lo.

      ~Rina

      Excluir
  3. Eu gostaria de recomendar um jogo pra vcs postarem no post(ou quem sabe traduzir? hdhfjdhfjhdjfh).

    Ele se chama "Farethere City" e tá traduzido em inglês no site do vgperson. Ele foi feito pelo Segawa(Esse serhumaninho que deve ter problema na cabeça pra criar uns jogos assim, mas eu não ligo pq eles são bons, huehuehuehuehue),o mesmo criador de "End Roll".
    Eu realmente recomendo o jogo, que por sinal é um "horror adventure".


    Se forem postar, agradeço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não confirmo nada, mas vou dar uma olhada sim!

      ~Rina

      Excluir
  4. Aaaah, que postagem linda Rina!! <3
    Apesar de não saber inglês nem espanhol, vou dar uma olhada na internet para ver se tem traduzido, senão, jogarei em espanhol mesmo! <3
    Gostei da temática do jogo, e também a melodia que ouvi sobre, sinceramente, sinto que irei me apaixonar. ;u;
    Só pelo que vi aqui, já me vejo no lugar da personagem, talvez por ela me lembrar eu mesma, kkk' -u-.
    Enfim, ótima postagem, irei jogá-lo com carinho. sz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada, Arisu! Espero que goste de jogá-lo! E nenhuma tradução em português mencionada pela autora.

      ~Rina

      Excluir
  5. Que jogo lindo <3 fiquei ansiosa para jogar... obrigada por recomendá-lo!

    ResponderExcluir
  6. Amo vocês,acompanho vocês desde de muito tempo atras,muito obrigado pelas traduções,voces me fizeram começar a gostar de jogos 2d,muito obrgado ^^

    ResponderExcluir
  7. Imagina :) Nós que agradecemos por nos acompanhar por tanto tempo :3

    ~Rina

    ResponderExcluir
  8. Adorei o jogo massss alguém pode me dizer quando vai ser lançada a tradução de The Sandman

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu gostaria um pouco de paciência com traduções. A tradução ainda está em 60 %. Gostaria da sua compreensão.

      ~Rina

      Excluir
  9. Caraca....alguem fez um jogo sobre mim.

    ResponderExcluir
  10. alguém pode me mandar o link do download desse jogo? é que nao achei onde baixa no link que ta aqui no artigo :c

    ResponderExcluir
  11. terminei agr a pouco
    chorei num vou mentir

    ResponderExcluir
  12. só queria dizer que vcs são incríveis aaah eu acabei de chegar aqui e eu to totalmente apaixonada por vcs. Bom trabalho <3 continuem plis

    ResponderExcluir
  13. Zero corpse! posso fazer um pedido?

    e que eu sou uma grande fan de rpgs maker e recentemente, eu ouvi falar sobre um jogo chamado ''Omori'',e achei um jogo muito interessante e cativante, ele ja tem sua demo feia e e feio no RPG Maker VX. por favor vocês podem traduzir esse jogo?

    beijos, amo o trabalho de vocês!S2

    ResponderExcluir
  14. Alguém tem alguma noticia da Mei?

    ResponderExcluir