quarta-feira, 8 de março de 2017

Robertinho e os Guerreiros!

"Jogo mais BR do Zero Corpse."
 


Robertinho e os Guerreiros (Sim, esse é o nome!) é um jogo brasileiro, criado por Caio Mx2 de gênero RPG, comédia e aventura, lançado em 2015 e foi um dos games que mais me surpreendeu até o momento.

Bom, para exemplificar melhor a qualidade deste jogo, vou compartilhar com vocês um pouco da minha experiência com Robertinho e como foi meu processo de adaptação até o final da campanha.


Navegando por alguns fóruns de RPG Maker brasileiros (coisa que costumo fazer de vez em quando) percebi que um deles possuía uma quantidade razoável de projetos independentes. Então um pouco curiosa, resolvi dar uma olhada na guia de games indie finalizados. Nisso, durante minha análise acabei encontrando jogos mal finalizados, medíocres e cheio de bugs mas também achei alguns bem artísticos e de qualidade, porém nada suficientemente único para postar aqui. 

Então, eis que vejo um nome da lista que me chama atenção: "Robertinho e os Guerreiros".

A primeira coisa que pensei foi "Cara, sério?" mas mesmo assim ousei clicar. Logo, li rapidamente a descrição do jogo e vi alguns screenshots, nada surpreendente. A história clássica e clichê de um jovem aventureiro que sai em sua jornada para salvar o reino.

Ao iniciar o game, ouvi aquelas clássicas musiquinhas que já vem com o RPG Maker, ou seja, nada original, assim como os tilesets (cenários) comuns, com avatares que também já vem com o programa.

Já estava um pouco decepcionada, mas com o passar do tempo acabei me deparando com um jogo extremamente engraçado, viciante, e com personagens geniais.

O JOGO

Robertinho é um jogo satírico que ironiza as situações corriqueiras de um RPG medieval genérico. Memes famosos do nosso país também aparecem como referências durante o jogo, o que é realmente muito divertido. Apesar dessas características esse jogo não é só "zoeira". A história é até bem estruturada, com direito a plot twists e momentos melancólicos.

JOGABILIDADE

Bem, é um RPG clássico, daqueles que você explora, encontra baús, dá de cara com um monstro e tem que derrotá-lo, e assim sucessivamente até que alcance o nível máximo. Mas há alguns detalhes que fazem Robertinho ser tão genial. Nas batalhas que são em turnos ( como nos RPGs clássicos) cada personagem possui habilidades únicas e hilárias; tal como criar bombas de cal. zoar os inimigos e se curar usando cogumelos do sol (que te curam mesmo, mas te deixam doidão). Fora que sua party (grupo) muda constantemente entre muitos personagens distintos (fora os principais)  que são igualmente geniais. Cada item que você encontra também tem sua descrição satírica, dando destaque a descrição do acessório " Bandana: Protege a testa".

O mundo é aberto, então você pode retornar para lugares já explorados para completar quests, procurar itens raros, ou simplesmente conversar com o pessoal. Sim, conversar. Robertinho é surpreendente por mudar tudo cada vez que você passa por algum evento importante na história. As interações com os personagens, falas, cenários, tudo acompanha o progresso do jogo, e isso é muito bem trabalhado mesmo.

Porém nem tudo são flores. Há alguns pontos fracos que é importante ressaltar. Como o balanceamento, por exemplo. Os monstros às vezes são fracos ou fortes demais, e tem lugares que não tem como passar se não lutar, e isso pode ser incômodo se estiver passando muitas vezes por ali,
Outra coisa são os erros gramaticais. É, tem alguns, não muitos já que alguns são propositais. Mas há desatenções tais como pontuação e alguns pormenores. Mas não deixem que isso afaste vocês do jogo, isso seria uma lástima.


PERSONAGENS (descrição de Caio Mx2)

 
Robertinho, o Herói.
Jovem de pavio curto e apaixonado por sua vizinha Mara desde a infância.


Mara, a Maga.
Moça com um apetite sexual acima do normal, porém não liga muito pro nosso herói Robertinho.




Marcola, o Ladrão.
Um ladrão que viajava pelo mundo atrás de tesouros, mas acaba entrando na linha e ajudando Robertinho.



Victória, a Clériga.
Determinada a parar seu irmão Fernandz, Victória se junta a Robertinho para destruir a UMS.




CONCLUSÃO
Robertinho é um jogo surpreendente, divertido, cômico e muito cativante. Fico feliz em ter conhecido esse tesouro da produção indie brasileira, e espero que gostem tanto quanto eu. Só jogando vocês vão entender esse meu fascínio todo. Ao jogar, não esqueça de fazer as side quests e encontrar todas as armas lendárias!

Aproveite o game! Divirtam-se! 



21 comentários:

  1. Que interessante!!! Muito bom ver um game BR ser elogiado <3
    Já estou baixando!

    ResponderExcluir
  2. Primeiro de tudo, feliz dias das mulheres!!! Segundo, me lembrou bastante The Gray Garden que tem diversas partes aonde é pura zoeira! Eu tenho certeza que vou me mutilar pelos error propositais,mas fazer o que??? Vou definitivamente jogar, parabéns pelo ótimo trabalho Eyree!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, querida! Para você também!
      Aproveite o jogo!

      Excluir
  3. Algum inscrito já tinha recomendado esse jogo. Ele é muito grande?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Para fechar são necessárias de seis a dez horas.

      Excluir
    2. Mas recomendo muito que jogue, indicação especial da Eyree ;)

      Excluir
  4. Nossa, faz 8 meses que não jogo nenhum RPG Maker e só fico pensando no final normal de TGG. Pela sua resenha fiquei com vontade de jogá-lo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jogue logo? Tá esperando o quê? Haha! ;)

      Excluir
  5. Eu só baixei por curiosidade, não estava esperando algo além, mas me vi viciada nesse RPG Maker, não sabia que seria tão cativante e divertido jogar um jogo assim. Eu só quero agradecer ao criador do jogo, sério, o cara manda bem =) e Eyree, por me convencer a baixar o jogo, se não fosse por você, eu não teria encontrado essa perola tupiniquim.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou! :DDD
      De nada, fico feliz por poder apresentar esse jogo tão bacana pra todo mundo!

      Excluir
  6. Que jogo fantástico!!! Espero que tenha continuação. Há algum outro jogo nesse estilo aqui?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A continuação já está prevista, e vai contar a história do pai do Robertinho, o Frederico Maurício! Sobre outros jogos parecidos, Pom Pega Wifi seria algo próximo.

      Excluir
  7. Eu achei o jogo interessante mas, Alguém Sabe em qual programa ele foi feito?,É que eu tô pensando em criar um RPG , Mais até agora eu não achei um programa bom. ;-;

    ResponderExcluir
  8. Robertinho e os guerreiros... Morri com esse título kkkkkkkkkkkkk
    Bem, vou conferir o jogo!

    ResponderExcluir
  9. Zerei agora a pouco, muito bom!
    Meio tenso em algumas partes mas o alivio cômico deixa mais leve, totalmente BR.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha! Não é? Robertinho é genial XD

      Excluir