sábado, 10 de dezembro de 2016

The House In Fata Morgana

"Ninguém sabe quem foi o primeiro a dizer que a mansão era amaldiçoada."


Olá corpses.

Eu, Rina, os trago uma obra com um tanto de classe, The House In Fata Morgana. Uma trama que nos levará na busca de um "homem" juntamente com uma suposta empregada pelas suas memórias perdidas, enquanto testemunhamos as atrocidades que a mansão a beira de um penhasco proporcionou a aqueles que não só apenas viveram nela, como também aqueles que a casa concebeu pedidos. Espero que perdoem a inexperiência desta pequena redatora e se deleitem com a leitura.




The House In Fata Morgana é um jogo de suspense, psicológico e horror desenvolvida pela Novectacle, lançada no dia 13 de maio de 2016, com aproximadamente mais de 2 horas de jogatina e está a venda na Steam pelo preço de 45,99 reais. 

Sinopse

Uma mulher com olhos de jade está em sua frente, informando que Você é o dono da casa, e ela sua empregada doméstica. No entanto, Você não tem memórias, nenhum conceito de si mesmo ou, até mesmo, qualquer certeza de que está mesmo vivo. A empregada, que pede que seja chamada assim até que consiga recordar seu nome, o convida para se juntar a ela em uma viagem através dos salões sem vida da mansão, para contemplar as inúmeras tragédias que se abateram sobre os seus residentes. Ela sugere que entre eles, talvez, irá encontrar algum vestígio de si mesmo.




*Nota de tradução: O efeito de Fata Morgana, do italiano fata Morgana (ou seja: fada Morgana),em referência à fictícia feiticeira (Fada Morgana) meia-irmã do Rei Arthur que, segundo a lenda, era uma fada que conseguia mudar de aparência, é um efeito de ilusão óptica.

Para a mísera sorte de nós mortais que não temos a vergonha na cara de gastar tanto dinheiro em um jogo, embora ele valha a pena, o grupo Higurashi Eternal traduziu a demo do jogo, que felizmente é grátis. E agradecemos ao grande trabalho deles em traduzir novels, como Higurashi.



Personagens
Primeira Porta: 1603

The Maid
A partir do ano:???




Sua idade e local de nascimento são desconhecidos. Ela tem longos cabelos pretos e olhos jade, e é ela que o recebe primeiro quando Você desperta na mansão. A empregada doméstica te chama de o "Mestre" da casa, e ao seu convite, juntos, testemunham de uma variedade de eventos que ocorreram dentro destas paredes.
Sombras de sua presença são visíveis em cada um dos contos. Às vezes, ela está lá, e em outros ... Longe de ser encontrada. Embora te trate gentilmente, suas mãos são frias como gelo, aparentemente desprovidas de vida.
Como, então, ela está aqui neste momento?

"Não importa o que aconteça, você não deve soltar a minha mão."





A garota de cabelo branco
A partir do ano: 1603, 1707 e 1869


Provavelmente está entre quatorze e dezesseis anos de idade. Seu local de nascimento é desconhecido.
Ela tem cabelos brancos, olhos vermelho rubi e pele anormalmente pálida, dando-lhe uma beleza sobrenatural que muitos acham perturbador. Ela também é hipersensível à luz solar, o que a obriga a permanecer em casa a maior parte do tempo. Embora reticente e passiva, ela também tem um ar de feminilidade sobre ela.
Uma noite de tempestade, a menina de cabelos brancos aparece sem aviso prévio na casa dos Rhodes. Ela é apresentada como uma empregada, mas parece que ela pode ter vindo para mais do que apenas trabalhar.

"Esta rosa ... Esta rosa era branca. Até que eu a peguei na mão ..."





Mell Rhodes    
A partir do ano: 1603


O filho mais velho da família Rhodes, dezessete anos de idade. Um jovem bem-educado com cabelos loiros. Ele muitas vezes encontra-se a mando de sua irmã mais nova, Nellie, por quem se preocupa muito.
Embora Mell tenha inteligência, ele carece de ambição. O padre da igreja onde estuda quer que ele estude teologia, mas ainda o garoto não tem nada em mente. O tempo está se aproximando rapidamente para ele decidir o curso de seu futuro, mas ele mesmo não sente urgência. As artes do espetáculo o fazem cair no sono, e sua reação à pintura é sempre um indiferente, "Huh."
Os dias de Mell não são particularmente gratificantes, mas um dia, uma jovem aparece na mansão de seu falecido avô, mudando a vida de Mell drasticamente.

"É apenas deprimente descobrir que alguém que você nem conhece não gosta de você ..."





Nellie Rhodes
A partir do ano: 1603

A segunda filha da família Rhodes, quatorze anos de idade. Uma menina energética com cabelos loiros que pode ser tanto agressiva como também autocentrada, e encantadora. Nellie tem uma grande variedade de hobbies: desde jogos de cartas até admirar a arte do teatro.
Nellie é muito ligada a seu irmão mais velho, Mell, a quem ela chama de seu príncipe, um resquício do faz-de-contas que jogaram quando eram mais jovens. No entanto, ela está na idade em que sua família está começando a planejar seu casamento, o que deixa Nellie um pouco melancólica.
E então, um dia, algo acontece para manchar a pura, alegria infantil da menina.

"Agora, atenda a sua princesa como um príncipe adequado deve!"


Gráficos

Os gráficos de The House In Fata Morgana tem um aspecto mais medieval, que nos lembra muito daqueles antigos quadros que ficavam pendurados naqueles antigos castelos ou em mansões ricas, com cores mais ofuscadas, porém que não deixam de expressar a beleza de tal obra. Não há uma preocupação tão exagerada do autor com os cenários, que são apenas cenas pintadas com a maior simplicidade já retratada, mas há um capricho muito bem detalhado em cada um dos personagens que são apresentados aos poucos de maneira carismática ou dramática.



Trilha sonora

A maioria das canções tem letras em francês, planejadas por Mellok'n e cada uma tem uma maneira especial de trazer a essência de cada cena, variando de trilhas mais calmas para as mais violentas, ou até mesmo alegres. São elas que muitas vezes deixam o jogador mais nervoso durante a jogatina ou até mesmo acalmam o coração, muitas costumam ter sons de pássaros ou de chuva o que ajuda harmonizar ainda mais com o ambiente que está sendo retratado. Também tem várias trilhas sonoras com apenas solos de piano ou com alguém apenas cantarolando no fundo, porém não as subestime, algumas podem ser bem assustadoras.

História

O jogo apresenta uma espécie de "sistema de portas", onde cada uma delas irá nos contar uma história trágica que aconteceu dentro da suposta mansão amaldiçoada. Porém, todas as portas terão em comum apenas duas personagens, e a primeira, a Empregada, estará lhe acompanhando em cada um dos enredos, já que ela tem por objetivo lhe fazer lembrar de quem Você costumava a ser. 

O sistema de jogatina não se diferencia de outras visual novels, apenas acompanhar o desenvolvimento da história, embora terão dois momentos em que o jogador deve fazer uma escolha, porém não mudam nada no enredo e uma é material adicional para o jogo. Ainda que seja uma DEMO, The House In Fata Morgana, tem bastante horas de jogo e muitas vezes pode ser um pouco cansativo para os mais inexperientes, porém o jogador acaba tão preso na trama que é difícil desgrudar da tela. O jogo gosta de explorar uma mudança mais drásticas no enredo com uma trajetória de um gráfico que tanto sobe como desce, mais ou menos como aquele ditado, só que invertido "Depois da calmaria, sempre vem a tempestade".

A trama de The House In Fata Morgana não se resumirá a apenas um conto de terror para aterrorizar o espectador por breves momentos, é um jogo que prende quem joga e muitas vezes pode dar reviravoltas totalmente inesperadas. As duas histórias apresentadas diferenciam-se de maneira espetacular, então não espere por momentos repetidos, já que a trama é totalmente em ambientes diferentes, embora seja no mesmo local, a mansão pode mudar de sintonia, assim como as grandes construções de tempos antigos que hoje não tem todo seu esplendor.





Personagens


Este elemento é o que mais diverge muitos jogadores, já que o enredo dará leves brechas para fazer com que o leitor pense na situação e deixe-se influenciar por uma opinião pessoal, tirando suas próprias conclusões. Nenhum personagem será repetido durante a trama tanto em estilo quanto em personalidade, apenas as duas peças essenciais estarão presentes em ambas as histórias. Ou seja, suas presenças são meio como divisores de opiniões e em todos os momentos serão os principais influenciadores do estresse ou do carinho pelo jogo, podendo perceber que o criador fez questão de tentar criar seus personagens com o máximo de defeitos, mas que ainda desse um charme com essas diferenças para trama. 



Esta parte contém alguns spoilers.
Caso não tenha jogado a visual novel ainda: 
Jogue primeiro e leia depois, não nos responsabilizamos por qualquer uma das consequências causadas.



Opinião sobre os personagens: 

Nellie
Essa pequena garotinha sempre foi mimada pelos pais e por seu irmão, não aceitando ordens destes e nem um não como resposta, embora seu caráter seja um pouco arrogante ainda conseguiu conquistar meu coração, além de ela ser "maltratada" por seu próprio irmão, o qual no início parece ser sempre o bonzinho da trama. A maioria costuma odiar ela por causa de suas atitudes, seus atos e de suas obsessões, já que quem gosta da riquinha em alguma história?

Mell
Parece um garoto meigo, porém tem uma mudança drástica, assim como a maioria dos personagens, que fez com que eu não me simpatizasse com ele. Sendo sincera, ele desde o começo parecia um garoto que não se importava com nada a não ser seu próprio umbigo, porém o desenrolar do enredo fez com que eu o odiasse ainda mais.

The Maid
Sempre misteriosa, a emprega é a única que nunca causa tanto estresse no jogador, já que ela apenas observa todo o cenário, porém não interferindo em nenhuma escolha dos outros personagens, embora parece que saiba de tudo que estava para acontecer, por isso é muito difícil alguém não gostar dessa atmosfera de mistério que ela carrega.

A garota de cabelo branco
Embora a maioria possa pegar uma empatia com ela de maneira mais fácil, eu meio que vi ela como a vilã da trama, porém a garota acaba também trazendo o charme que tanto embeleza o jogo, então não tem como reclamar de tudo nela.



Vagalume

Gritando ecos dentro da minha cabeça, 
Me jogando em um frenesi. 
É a voz do dramaturgo Shakespeare
 ou do violinista favorito de todos?

Cabelo de brilhante prata 
E olhos como a lua, 
Crescendo e diminuindo.

Você deu cor à minha vida tão maçante,
 E me mostrou o que a luz sentiu,
 Trouxe significado para um mundo tão brando...
Ó nuvens, não jogue suas sombras para baixo.

Deus acima, não esconda a lua de mim. 
Seus olhos brilham como a lua, 
Crescendo e diminuindo.

O luar lançou fora 
A umbra que uma vez foi o meu mundo.
 Eu vejo isto encerando através do céu estrelado 
Porque eu quero saber que você está lá comigo


*Nota de tradução:  Umbra é uma palavra latina que significa sombra, é definida como sendo a parte mais escura da sombra, na qual uma fonte de luz é totalmente bloqueada deixando o observador sob um total eclipse.




Conclusão


Então, The House In Fata Morgana foi uma da poucas visuals novels que me motivou a passar mais de uma semana jogando, esperando para o que ia acontecer em seguida, deixando ainda mais aflita com a sequência de fatos tão inesperadas, que deixariam qualquer um ansioso. Além de uma boa história, seus efeitos, trilha sonora e design não são de dispensar elogios, complementando de maneira genial e única cada detalhe tanto da trama quanto da estética. Uma das obras que embora o tempo seja bem extenso, acabou por desenvolver os argumentos de um jeito minucioso, com vários pequenos detalhes que fariam a maioria se apaixonar por este jogo. Também com uma pitada de medieval e clássico que encantam grande parte dos admiradores para a beleza de algum game.



"Eu tenho servido aqui por muitos anos,
 E períodos de felicidade são tão fugazes 
Como um cubo de açúcar 
Numa xícara de chá quente."


~Rina

20 comentários:

  1. Respostas
    1. Você pode jogar a DEMO que é grátis e está traduzida.

      ~Rina

      Excluir
  2. Nossa amei sua recomendação/review! :D Tão grande~ Eu estou bem acostumada com visual novel então não será um problema para mim heheheh Bom trabalho! <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Fujoneko! Espero que deleite-se jogando a visual novel recomendada.

      ~Rina

      Excluir
  3. Rinaaaaa, seus posts são tão gostosos de ler qwq
    Certamente levarei essa recomendação. O jogo parece ser muito interessante, e suas palavras me cativaram mais ainda <3
    Obrigado <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelos elogios, Yakatsu! Espero que aproveite os momentos jogando a visual novel e espere por mais postagens assim.

      ~Rina

      Excluir
  4. VOU COMPRA PQ NAO TENHO NADA PRA FAZER :T

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahahaha. Espero que aproveite a jogatina então.

      ~Rina

      Excluir
  5. Eu Fiquei encantada com essa Visual Novel e Muito obrigada mesmo por ter escrito sobre ela,voçe é uma ótima redatora <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada! Espero que se encante ainda mais jogando-a. Bom proveito.

      ~Rina

      Excluir
  6. Parece muito bom, eu jogaria, que pena que é pago. Ótimo post.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode jogar a DEMO que é de grátis e já está traduzida.

      ~Rina

      Excluir
  7. Estou amando o jogo!! Como já terminei a DEMO, vou tentar comprá-lo esse mês ainda. Achei as músicas maravilhosas, muitas são em português como Ephemera e Cetoniinae. Na verdade eu pensei que essas músicas estavam em latim. Acho que é por causa do sotaque das cantoras XD
    Alerta de Spoiler
    Não entendi uma parte da segunda estória... Se a Bestia era o Yukimasa, que homem era aquele que ele matou na mansão?
    Enfim, muito obrigada por ter indicado esse jogo!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Respondendo a pergunta: Sim era ele e o homem era apenas algum viajante que acabou se perdendo.
      De nada :3, mas eu também me apaixonei pelo o jogo e não pude evitar de compartilhar.

      ~Rina

      Excluir
  8. Esse jogo vale muito a pena e agora está mais barato (R$34,40). Ainda está caro, mas é um bom jogo xD

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas eu acredito que o valor, pela magnitude do jogo, ainda consegue ser barato.

      ~Rina

      Excluir